E-mail
Assine já!
Notícias Unisite

28/03/2012 - 12:34:21

Saúde Pública
Licitação define empresas para construção de novas Unidades Básicas de Saúde
Processo garante transparência e economia aos cofres públicos, avalia secretário

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA


Acontece nesta sexta-feira a abertura dos envelopes que contêm as propostas das empresas que responderam ao edital de tomada de preços publicado pela Prefeitura com o objetivo de construir dois novos prédios que irão abrigar Unidades Básicas de Saúde no jardim Unesp e no Jardim Casari, ambos na região leste da cidade.

De acordo com o secretário de Saúde, Wilian Manfré, a realização deste tipo de procedimento é muito importante porque garante a transparência na realização de negócios entre a administração municipal e as empresas privadas, além de assegurar economia aos cofres públicos. “Vence aquele que apresentar a melhor proposta, ou seja, quem tiver o menor preço”, explicou Manfré.

A construção das Unidades Básicas de Saúde irá ampliar ainda mais a rede de atendimento no município. Segundo a avaliação do vice-prefeito César Donadelli, depois de prontos, os dois novos postos de atendimento irão beneficiar diretamente uma parcela significativa da população da zona leste da cidade, que é a mais populosa. “Desde o início de nosso governo, buscamos criar um sistema que fosse direcionado, atuando diretamente nas áreas de maior concentração populacional de Tupã”, explicou.

Construídas com recursos provenientes do Ministério da Saúde, as novas UBS irão contar com abrigo para o programa “Viva Leite”, mantido pelo Governo do Estado. O espaço será dividido ainda entre as salas de vacina, sala de inalação, sala de procedimentos, sala de curativo, sala de descontaminação, consultório médico, gabinete odontológico e consultório de ginecologia.

Segundo o projeto criado pela Secretaria de Planejamento e Infraestrutura (Seplin), cada um dos novos prédios terá área de 233 metros quadrados, com investimento total aproximado de R$ 500 mil . De acordo com levantamentos da Secretaria de Saúde, depois de prontas, as unidades de saúde serão responsáveis por uma duplicação na oferta de atendimento na área. “Com mais estas UBS, iremos dobrar nossa capacidade de atendimento, dando ênfase à população da zona leste”, destacou.

Manfré lembrou que a escolha do local onde serão construídos os novos postos de atendimento foi feita levando em conta a concentração populacional e as necessidades de todos os bairros da periferia tupãense. “Estas duas unidades que serão construídas na zona leste facilitarão o acesso dos moradores daquela região aos serviços de saúde, pois muita gente que reside na zona leste ainda tem alguma dificuldade para se locomover para as duas unidades já existentes”, avaliou, destacando que com a construção destas duas unidades o atendimento para a população sofrerá melhora considerável. “Teremos uma saúde mais ágil, com maior desempenho e assim, com melhor qualidade”.

A Prefeitura está investindo ainda R$ 100 mil nas obras de ampliação da Unidade Básica de Saúde Vila Abarca. Os recursos são provenientes do governo federal e garantirão a construção de mais dois consultórios médicos, um banheiro, uma sala de reuniões, ampliação da sala de espera e a adequação da área de distribuição do Programa Viva Leite.



Mudança na mentalidade



Valorizar a periferia sempre foi uma preocupação do atual governo. Graças aos constantes investimentos feitos pela Prefeitura, a região leste de Tupã, que concentra a maior parte da população tupãense, vem se desenvolvendo aceleradamente sem que haja prejuízo na qualidade de vida dos moradores dos bairros que formam aquela parte da cidade.

Com a construção das duas novas Unidades Básicas de Saúde, a rede de atendimento à população fica mais completa. “Tanto o prefeito Waldemir Gonçalves Lopes quanto o vice-prefeito César Donadelli sempre mostraram uma preocupação muito grande em oferecer às pessoas que residem em áreas afastadas do centro acesso à educação, saúde e segurança”, destacou o secretário de Governo, Adriano Rigoldi.

“Essa mudança na mentalidade foi a grande responsável pelo processo acelerado de desenvolvimento da região periférica de Tupã. Ao contrário do que acontecia no passado, agora a população não precisa mais se deslocar até o centro da cidade para conseguir estudar ou se submeter a uma consulta médica, da mesma forma que as mães podem trabalhar tranquilas enquanto seus filhos são bem cuidados nas creches municipais”, lembrou o secretário.