E-mail
Assine já!
Notícias Unisite

07/05/2004 - 12:37:14

Governo do Estado sorteia 485 casas da CDHU para quatro municípios da região de Marília
Os municípios beneficiados com as novas moradias são Oscar Bressane,
Paraguaçu Paulista, Tarumã e Assis. Os sorteios serão neste sábado, dia 8.

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA








O governador Geraldo Alckmin e o secretário-adjunto de Estado da Habitação, Mauro Bragato, sorteiam neste sábado, dia 8, 485 casas da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) para a região de Marília. Os municípios beneficiados são Oscar Bressane, Paraguaçu Paulista, Tarumã e Assis e os investimentos do Governo do Estado na construção das 485 casas ultrapassam a casa dos R$ 3 milhões.



O primeiro será no município de Oscar Bressane, onde às 10 horas serão sorteadas 54 casas. O evento será na Praça Matriz, no Centro. Para este sorteio estão inscritas 210 famílias, das quais 84,3% (177) possuem rendimentos mensais entre um e três salários mínimos. Das 54 casas, 7% (quatro unidades) serão destinadas a portadores de deficiência, 5% (três unidades) a idosos e 4% (três unidades) a policiais.



Todos os inscritos devem retirar as senhas para o sorteio na sexta-feira, dia 7, a partir das 15 horas, no Ginásio do Centro Esportivo Ivan Giroto (rua Paulino Taiete). As moradias, orçadas em R$ 467,3 mil, serão construídas na continuação da rua Virgínio Giroto. As casas serão

viabilizadas pelo Pró-Lar Autoconstrução (Habiteto).



Ainda em Oscar Bressane, Alckmin e Bragato farão a entrega do Centro Comunitário Maria Viana dos Santos Souza no Conjunto Habitacional Oscar Bressane B/C. A entrega será após o sorteio, no próprio empreendimento, na rua Paulino Taiete. O Centro Comunitário foi construído com recursos da ordem de $$ 50,6 mil e vai beneficiar cerca de 480 pessoas.



Este não é o único investimento do Governo do Estado, por meio da CDHU, em Oscar Bressane. De 1995 a 2002, a Companhia entregou 92 moradias para o município.



Paraguaçu Paulista ? Em Paraguaçu Paulista, às 11h45, serão sorteadas 143 casas. O evento será na Praça Matriz, no Centro. Do total de moradias, 7% (17 unidades) serão destinadas a portadores de deficiência e 4% (dez unidades) a policiais.



Para este sorteio estão inscritas 1.738 famílias, das quais 94,4% (1.641) ganham entre um e três salários mínimos. As famílias participantes não podem esquecer de levar as senhas que receberam no ato da inscrição. As unidades serão viabilizadas pelo Pró-Lar Autoconstrução (Habiteto). Além destas moradias, os empreendimentos terão outras 87 casas que serão destinadas a moradores das Favelas da Muda, Suko Bom e Feijão Queimado, elas fazem parte do Pró-Lar Atuação em Favelas e Áreas de Risco. Na produção destas 230 casas, que serão construídas no Jardim das Oliveiras, o Governo do Estado vai investir R$ 1,9 milhão.



Este não é o único investimento do Governo do Estado, por meio da CDHU, em Paraguaçu Paulista. De 1995 a 2002, a Companhia entregou 578 moradias para o município. Ano passado, 11 cartas de crédito foram concedidas a policiais pelo programa desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública.



Tarumã ? Depois, às 16h30, Alckmin e Bragato farão o sorteio de 100 moradias para o município de Tarumã. O evento será na Avenida dos Lírios, em frente ao Bosque Tarumã. Todos os inscritos devem retirar a senha para o sorteio nesta sexta-feira, dia 7, a partir das 9h30, no CIEC, na avenida Paranapanema, s/n°. As moradias, orçadas em R$ 865,5 mil, serão construídas

no prolongamento da avenida das Orquídeas.



Para este sorteio estão inscritas 545 famílias, das quais 78,3% (427) possuem rendimentos mensais entre um e três salários mínimos. Das 100 casas, 7% (sete unidades) serão destinadas a portadores de deficiência e 5% (cinco unidades) aos idosos. As moradias serão viabilizadas pelo Pró-Lar Rural, programa destinado a trabalhadores do campo.



Este não é o único investimento do Governo do Estado, por meio da CDHU, em Tarumã. Em 2003, a Companhia entregou 101 moradias no município.



Assis ? Por fim, às 18 horas, governador e secretário-adjunto farão o sorteio de 188 moradias para o município de Assis. O evento será na Praça Arlindo Luz (antiga Estação Ferroviária). As moradias, orçadas em R$ 1,6 milhão, serão construídas no Jardim Eldorado.



Para este sorteio estão inscritas 1.519 famílias, das quais 90,5%(1.374) possuem rendimentos mensais entre um e três salários mínimos. Das 188 casas, 7% (14 unidades) serão destinadas a portadores de deficiência e 4% (oito unidades) a policiais. Todos os inscritos devem levar as senhas que receberam no dia da inscrição.



Este não é o único investimento do Governo do Estado, por meio da CDHU, em Assis. De 1995 a 2002, a Companhia entregou 668 moradias no município. Ano passado, 28 cartas de crédito foram concedidas a policiais por meio do programa desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública. Além disto, estão previstas outras 40 casas pelo Pró-Lar Atuação em Favelas e Áreas de Risco. O Protocolo de Intenções para a produção destas moradias foi assinado em 2003 com a Prefeitura, que já doou a área para construção de 22 casas, assinou convênio com a CDHU e está elaborando o projeto de construção destas 22 unidades.



Autoconstrução ? As casas que serão sorteadas terão 39,56 m² e 43,18 m² de área construída, dois dormitórios (podendo ser ampliadas para quatro), sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Elas serão viabilizadas pelos programas Pró-Lar Autoconstrução (Habiteto) e Pró-Lar Rural, realizados pela CDHU em parceria com os municípios e com a população beneficiária.



Nesta parceria, cabe às prefeituras a doação do terreno, com toda a infra-estrutura, a compra das cestas de material de construção e a administração das obras, que são executadas pelos futuros moradores, em regime de autoconstrução. A CDHU, por sua vez, fornece o projeto, repassa os recursos às prefeituras para a compra do material e supervisiona todas as etapas dos trabalhos.



Outros investimentos - Em todo o Estado, a CDHU possui outros programas em andamento, além do Autoconstrução e do Rural, que fazem parte do Pró-Lar. São eles: Núcleo Habitacional por Empreitada, Atuação em Cortiços, Atuação em Favelas e Áreas de Risco Mutirão Associativo, Microcrédito Habitacional, Moradias Indígenas, Moradias Quilombolas, Melhorias Habitacionais e Urbanas e Crédito Habitacional. Por meio deles, a Companhia entregou, de 1995 a 2002, 165.608 unidades habitacionais.



Atualmente, já foram viabilizadas 81.824 moradias, resultado de um investimento de R$ 1,8 bilhão. Destas, 26.825 unidades foram entregues entre janeiro de 2003 e abril deste ano, e 54.999 estão em construção. Com isto, além de reduzir o déficit habitacional, a CDHU está garantindo a geração de mais de 66 mil empregos, entre diretos e indiretos

Superintendência de Comunicação Social