E-mail
Assine já!
Notícias Unisite

03/09/2015 - 10:26:53

NOTÍCIAS DA SEMANA - 03.09.2015
Por Roberto Musatti
ALTERA O
TAMANHO DA LETRA


1. O preço do barril de petróleo abaixo dos US$ 39 já causa algumas mudanças no mercado automobilístico americano. A Ford continua com a camionete F150 como seu veiculo de maior sucesso, liderando vendas por mais este ano. A produção da Ranger deve sair do México e voltar aos EUA e o Bronco deve voltar a ser produzido. Medias e pequenas SUVs estão bombando no mercado a começar pelos produtos da Jeep como o Wrangler com filas de espera, fruto da gasolina mais barata. (Bloomberg)

2. O mercado interno dos EUA se auto-regula com rapidez, sem monopólios, intervenções governamentais. O litro de gasolina já está sendo comercializado nas bombas dos postos por até R$ 1,98, já considerando a alta do Dólar frente ao Real até R$ 3.66. (Bloomberg)

3. As vendas e os elogios ao Windows 10 da Microsoft estão em alta a ponto de ser considerado um sucesso não só de vendas como de tecnologia. Entretanto... uma linha do contrato de uso do sistema pode azedar esta lua de mel com o consumidor. Por ela, a Microsofot se dá o direito de invadir o computador onde o sistema foi instalado para conferir se o usuário está ou não utilizando games e aplicativos pirata e então removê-los – tudo isso automaticamente sem a permissão do usuário, que assinou concordando ao instalar o Windows 10 em seu computador. Os consumidores americanos já ameaçam boicote... (BI TechInsider)

4. O Dólar continua se valorizando contra o Real em direção a eliminar o subsidio (ou supervalorização) que artificialmente via juros altos o Brasil fez nos últimos 12 anos para segurar a inflação. Já se aceita uma cotação no final do ano beirando R$ 4,00. A industria finalmente agradece: A Marcopolo vai recomeçar a exportar ônibus do Brasil em vez de sua sucursal no Oriente e as exportações de automóveis para o México e Chile começam a retomar volume. (Valor.com)

5. O preço do barril de petróleo está uma ‘montanha russa’ onde noticias boas e ruins se alternam sem deixar uma perspectiva firme no curto prazo. Se de um lado a simples menção que a Arábia Saudita pode ‘conversar’ com seus parceiros da OPEP levantou os preços, a descoberta de um gigantesco campo de gás no Mediterrâneo pela ENI italiana, a 10 km do Egito, jogou o preço novamente para baixo. A localização deste campo chamado de Zohr, permite concorrer com o gás da Gazprom russa, aprofundando ainda mais a crise econômica em Moscou. (BI)

6. Continua também o ressurgimento do Etanol como combustível no Brasil: aumento de consumo em 35% nos primeiros 6 meses do ano, 52% de aumento na comercialização em Junho frente ao ano anterior, derrubam o preço em 2%, descolando da Gasolina. Os preços mais baixos revelam necessidade de caixa das usinas alem da volta à normalidade da produção, o que pode resultar em problemas financeiros no futuro, apesar do governo diz ter disponibilizado R$ 2 bilhões para estocagem a um juro de 25% ao ano. Os preços estão abaixo da paridade de 70% da gasolina em vários estados. Em SP – 61%. (novacana.com)

7. O barril de petróleo despenca nas bolsas de mercadorias no mundo, mas no Brasil o preço dos combustíveis nos postos parece uma esfinge! O preço do diesel já está 19% acima do preço internacional e o da gasolina passou dos 20%. Se a Petrobras fosse privada e portanto não tivesse tido o rombo do ‘lava-jato’ provavelmente a inflação deste ano não alcançaria os dois dígitos pelo repasse na queda dos custos de transportes e alimentos pelo diesel mais barato. Por curiosidade, mesmo com o Dólar a R$ 3,65, o preço da Gasolina na Califórnia com a % obrigatória de Etanol, custa na bomba automatizada e self-serve R$ 1,96 o litro... (Estadao.com)

8. Assim como Israel que aparentemente já dispõe do ‘Laser Dome’ como complemento do ‘Iron Dome’ – sistema anti-míssil que protegeu as cidades do país contra os mais de 3 mil mísseis disparados pelo Hamas de Gaza em 2014, a Boeing anunciou seu protótipo HEL MD. Foi desenhado para abater inicialmente drones como o que posou na Casa Branca alguns meses passados, mas pode ser usado para abater mísseis e obuses em baixa altitude. Star Wars virando realidade! (BImilitary)

9. O agronegocio brasileiro continua batendo recordes de produção e produtividade, especialmente nos grãos. Um dos motivos pode ser o uso de sementes geneticamente modificadas – transgênicas – que terão um aumento de 3% na safra 2015-16 atingindo 90% do total da produção de algodão, soja e milho. A Embrapa já anunciou para 2016 o 1º feijão transgênico do mundo resistente ao vírus mosaico dourado. (Agrolink- Veja.com)

10. O Brasil deve produzir um recorde de 208.8 milhões de toneladas de grãos nesta safra, mas é recorde também a falta de armazéns para grãos: quase 59 milhões de toneladas! Combinada com a péssima logística devido a estradas de rodagem deterioradas e ferrovias inexistentes, faz com que o custo Brasil possa consumir até 25% das vendas, lucros e resultados do setor. Uma vergonha! (Agrolink)

11. A Intel está lançando um novo ‘chip’ no mercado – o Skylake – na feira de tecnologia de Berlin, que pode vir a ser a noticia que reverta a queda nas vendas mundiais dos notebooks. Terá um desempenho 2 ½ vezes melhor que seu antecessor, 30 vezes melhor em imagens e estende a capacidade de uma carga de bateria, ‘apenas’ 3 vezes! (BItech)

12. Noticias ruins para o açúcar, mas que podem ser boas para o Etanol: a Índia deverá bater pelo 6º ano consecutivo o recorde de produção de açúcar com 28.6 milhões de toneladas o que deve forçar o governo a subsidiar a exportação visto que o país há 5 anos tem produção maior que o consumo do mercado interno. O preço da commodity já esta 20% menor que no ano anterior e com estas novas deve cair ainda mais até por que vai haver também aumento da produção brasileira – estimado para 38.5 milhões de toneladas pelo USDA. Pode voltar a ser mais compensador a produção de etanol, pressionando custo na bomba para baixo. (Agrimoney + AgroBrasil – CanaMix)


Roberto Musatti - Economista (USP), Mestre em Marketing (Michigan State) e Professor da Reges