E-mail
Assine já!
Notícias Unisite

02/06/2015 - 09:28:28

NOTÍCIAS DA SEMANA - 02.06.2015
Por Roberto Musatti
ALTERA O
TAMANHO DA LETRA


1. A Tesla, fabricante do maior sucesso atual em automóveis, os seus carros super luxuosos e rápidos movidos a energia elétrica, acaba de lançar um novo produto: baterias para uso domestico. Vendidas por até US$ 3.500 (R$ 10.500) podem fornecer até 10 ‘kilowats/hora’ por dia. A média de consumo das casas brasileiras, por exemplo, é de 5,5 kwh. Se a idéia pegar no gosto do consumidor, a empresa vai mudar sua linha de produção para a gigantesca fabrica que está construindo em Nevada (USA). A idéia não é de ser substituta mas de utilização em picos de demanda ou em apagões(!). (FortuneDataSheet)

2. Noticias da Apple: Vendas do Iphone na China ultrapassam Europa. 61 milhões foram vendidos no ultimo trimestre. Problemas no IWatch: tatuagens. Os testes feitos antes do lançamento não incluíam pessoas com tatuagens no braço. A tinta interfere nos sensores que deixam de avisar a chegada de e-mails e outros avisos alem de travarem. Segundo o Wall Street Journal, alguns usuários estão experimentando também falhas no sistema de ‘tapping’ que simula um aviso como um toque. Mudanças no fornecedor estão atrasando as entregas do aparelho. Circula na internet também um vídeo que mostra o visor estilhaçado quando o relógio cai de uma altura de 1 metro no chão e ele se soltando do relógio quando cai de uma altura de 2 metros... (BrandChannel – BI Tech)

3. A Coca Cola mexicana criou uma ação de marketing social que teve amplo impacto. Estendeu a campanha de nomes de pessoas nas latas para incluir nomes em Braille para deficientes visuais. O sucesso foi tanto que levou a empresa a criar um centro onde as pessoas podem imprimir em Braille seu nome na lata. (BrandChannel)

4. A Petrobras vai enfrentar mais uma turbulência em breve com a possível necessidade de novo aumento de 9% no preço dos combustíveis no 2º semestre. De um lado a tão propagada auto-suficiência com os recordes de produção incluindo o pré-sal não está ocorrendo por aumento no consumo e nas usinas térmicas, resultando em importações que com o Dólar acima de R$3,00 e o barril a US$ 60 pela instabilidade no Oriente Médio, comeram toda a gordura que propiciou o lucro do 1º trimestre de 2015. De outro lado, o governo não pensa em repassar parte dos impostos para a empresa evitando o aumento, pois depende da receita para equilibrar suas contas. O problema é a inflação - longe da meta e prevista em torno de 8.8% no ano sem o novo aumento de combustíveis...(ValorOnLine)

5. A Samsung está com sérios problemas na sua divisão de smartphones apesar do novo GalaxyS6 que recebeu ótimas avaliações. A China continua regendo os lucros deste mercado e nele a Apple domina o mercado de status, luxo e a concorrente chinesa Xiaomi consegue fazer produtos bem semelhante pela metade do preço alem de invadir agora o mercado da Índia. A aposta da empresa em melhorar o hardware (o aparelho) sem melhorar o software (Android) abriu espaço para a concorrência tanto a mais cara como a mais barata. É esperada a queda nos lucros da empresa. (BI Tech)

6. Começou finalmente o desmanche da Petrobras, que necessita vender ativos para pagar suas contas apesar de todos os bilhões dados pelo BB, Caixa e BNDES. Pode ser o fim da estratégia xenófoba que prejudicou o país. A BR Distribuidora e seus postos em 5 paises da America Latina estão no bloco assim como 49% da Gaspetro que controla 21 distribuidoras de gás natural. O próximo passo pode ser a revisão do modelo de exploração do pré-sal, de volta ao do governo FHC que contempla maior participação estrangeira. (ValorOnLine)

7. A empresa de tecnologia israelense para irrigação Netafim, está confirmando o sucesso da cultura de arroz irrigado por gotejamento. Em regiões de seca onde foi feito o teste (em Uruguaiana) a produção saltou de 7,5 ton/ha para 12 ton/ha com uma redução de 2/3 no uso de água, por gotejamento subterrâneo. O sistema também aumenta a produtividade no uso de mão de obra e insumos. A tecnologia existe em Israel há varias décadas. (Agrolink)

8. Uma das poucas noticias reais dos acordos com a China foi a liberação de 26 frigoríficos para exportação de carne até junho. Isto alem de impulsionar a venda externa deverá manter os preços da arroba em alta no país. Bom para a balança comercial e produtores, ruim para o bolso do consumidor e a inflação. (Agrolink)

9. A Coreana LG acaba de apresentar uma TV de 55” em forma de painel dobrável que pode ser fixada em paredes em apenas alguns minutos. É apenas um conceito ainda, mas oferece grande adicional de conveniência, pois pode ser retirado, dobrado e guardado em pouco tempo e vice versa. (BI TEch)

10. A queda do preço da gasolina nos EUA assim como o crescimento da economia tem afetado positivamente a indústria automobilística americana especialmente dos carros esportivos. A Ford lançou o Mustang comemorativo de 50 anos em 2014, com o mais potente motor até então e vendeu 60% a mais do que em 2013.. A Dodge aumentou em 41% a venda do novo Challenger Hellcat com 707 cavalos(!). Agora a GM lança o Camaro 2016 com motor 6.2 de 455 cavalos. A paixão americana pelos ‘muscle cars’ não morre...(brandchannel)

11. Sergio Marchione o presidente da Fiat tentou em Março uma fusão com a GM, mas Mary Barra a CEO da GM recusou a oferta. Segundo Marchione, a empresa seria a maior do mundo, com economias de escala que compensariam a fusão resultando em ganhos de produtividade suficientes para concorrer com os asiáticos. (BI- 10 news)

12. A Citroen-Peugeot no Brasil precisou de um aporte da matriz francesa de R$ 2.6 bilhões depois dos resultados ruins de 2014: um prejuízo de R$690 milhões. A Renault também deu um prejuízo aqui de R$270 milhões no mesmo período. (ValorOnLine)

13. O drama da Grécia continua, tendo que pagar mais de US$ 1 bilhão de sua divida com o FMI agora em junho. As reservas bancárias do país estão no seu nível histórico mais baixo e o ‘default’ (calote) é quase certo assim como sua saída do Euro – o Grexit – afetando o mercado financeiro global com respingos sérios por aqui. Enquanto isso os papeis da divida publica grega já estão pagando 24% ao ano... (Te cuida Chicago Boy)(ValorOnLine)

14. A Anheuser-Busch, concorrente mais poderosa da Budweiser nos EUA parou de enlatar cerveja em sua fabrica na Geórgia por alguns dias nesta semana. Parceira da Cruz Vermelha desde 1975, ela vai substituir a produção por 50 mil latas de água potável a serem distribuídas no Texas e Oklahoma atingidos pelas maiores enchentes do século com milhares de desabrigados. (brandchannel)

Roberto Musatti - Economista (USP), Mestre em Marketing (Michigan State) e Professor da Reges